Entrega de Oficio para chefe de Gabinete do Secretário Estadual de Saúde

Em alusão ao Dia Mundial do Câncer, ocorrido em 04 de fevereiro, o IMAMA representado por sua Gestora de Marketing, Samsara Nyaya, Coordenador de
voluntariado, Douglas Piton, Coordenadora do Projeto Poa Rural e Embaixadora IMAMA, Cristiane Souza, voluntárias: Angela Souza, Cristina Vacaro, Elizabete
Marques e Keila Stephanie e as Embaixadoras IMAMA: Claudete Laguna, Ieda Maria Morsch, Eliane Tonello e Márcia Fernandes ( Embaixadora IMAMA/ Paciente
em tratamento) estiveram ontem, 05 de fevereiro de 2018 em reunião com a Chefe de Gabinete do Secretário Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul, Sra. Lizete
Alberto e da Coordenadora Adjunta da Política de Assistência Farmacêutica, Sra. Simone Pacheco do Amaral, para protocolar ofício solicitando esclarecimento a
respeito da da oferta do Trastuzumab para pacientes com câncer metastático do subtipo HER2 positivo no Estado do Rio Grande do Sul, sendo que no último dia 29
de janeiro encerrou o prazo de 180 dias para o Sistema Único de Saúde disponibilizar este medicamento tão importante para o controle da doença e apossibilidade de mais tempo de vida às pacientes. A Coordenadora do CPAF informou que o Ministério da Saúde publicou na semana passada um Protocolo Clínico para a dispensação do Trastuzumab e que por uma questão de logística de
aquisição deste medicamento, o mesmo só estará disponível aqui no Estado dentro de três meses, portanto em abril deste ano. Importante mencionar a presença da
paciente e Embaixadora do IMAMA, Márcia Fernandes, que passa por tratamento de câncer metastático HER2 positivo, mais que tem realizado o uso do
medicamento graças a uma liminar da Justiça do Estado do Rio Grande do Sul. Foi dada a oportunidade da realização de perguntas, especialmente quanto ao atraso
na dispensação do Trastuzumabe para as pacientes que recebem por determinação judicial. Justificou a Coordenadora Adjunta do CPAF que a falta de medicamento de
deve à falta de controle sobre a real necessidade a ser suprida do medicamento na Farmácia, pois a compra é feita conforme o cadastro e muitas vezes a demanda judicial mascara a necessidade, uma vez que a paciente não está cadastrada no Sistema Único de Saúde, como resultado acabam as pacientes do SUS e por demanda judicial dividindo o estoque. A Coordenadora Adjunta do CPAF menciona ainda que existem cotas para cada cidade e que Porto Alegre acaba por atender a população que vem do Interior, reduzindo ainda mais o estoque planejado. Diante dessas importantes informações o IMAMA solicitou que a Secretaria Estadual de Saúde dê o número preciso de pacientes com câncer metastático cadastradas no Sistema Único de Saúde - SUS no Estado do Rio Grande do Sul e em Porto Alegre.
Em linhas gerais o resultado do encontro foi muito positivo. Relações foram estreitadas e houve convite para a Sra. Simone Pacheco do Amaral- Coordenadora do CPAF participar de um Bate Papo Rosa para falar dos medicamentos oncológicos disponibilizados no SUS, cadastro dos pacientes na Farmácia e as dificuldades enfrentadas para melhorar a logística da entrega dos medicamentos.

 

Foto: Da esquerda para direita - Douglas Piton ( Coordenador do voluntariado), Cristina Vacaro ( voluntária),
Elisabete Marques ( voluntária), Ieda Maria Morsch ( Embaixadora IMAMA), Eliane Tonello ( Embaixadora
IMAMA), Simone Pacheco Amaral ( Coordenadora Adjunta da Política de Assistência Farmacêutica), Samsara
Nyaya ( Gestora de Marketing), Lizete Alberto ( Chefe de Gabinete do Secretário Estadual de Saúde), Márcia
Fernandes ( Embaixadora IMAMA/ Paciente em tratamento com Trastuzumab), Keila Sthepanie ( voluntária),
Cristiane Souza ( Coordenadora do Projeto Poa Rural/ Embaixadora IMAMA), Angela Souza ( voluntária) e
Claudete Laguna ( Embaixadora IMAMA).



Voltar